Fale Conosco
55 (11) 3284 9500
jobeconomia@jobeconomia.com.br
Acesso Cliente
 
Notícias
 
08/06/2017 - Canal Rural - Blog da Cana
Como vai a safra atual de cana 2017/18 no CSul do Brasil?

Como vai a safra atual de cana 2017/18 no CSul do Brasil?

 

Safra atual será boa em termos de produção e preços. Pior que a safra passada 2016/17, mas ainda satisfatória.

1-     Quanto a produção

A safra 2017/18 apresentou uma moagem de cana de 38,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de Maio/17, número próximo daquele registrado em mesmo período da safra anterior. Na primeira quinzena de Maio/17, 249 unidades produtoras estavam em operação na região CSUL contra 258 no mesmo período do ano anterior.

No acumulado da safra 01abril17-16mai17 a redução de moagem de cana  foi de 26% sobre o mesmo período de 2016.O atraso no início da safra do CSul já era esperado devido ao menor volume de sobra de cana no campo na safra passada 2016/17 (cana bis). O clima mais chuvoso na região reforçou este atraso e prejudicou o rendimento industrial.

A produção de açúcar está 26% atrasada em relação a safra passada e a de etanol está 30% atrasada.

Estamos prevendo para toda a safra uma moagem de cana 2,3% menor . Para açúcar, 2,7% maior e para etanol prevemos 5,5 % menor. Esta menor produção de etanol deve-se exclusivamente ao etanol hidratado usado no veículo flex . Neste caso a queda de produção prevista é de 11%.

2-     Quanto a preços

O preço médio do etanol hidratado no CSul no período Abril17- Mai17 está 3% acima do ano passado no mesmo período: 1,43 R$/litro versus 1,39 R$/litro, a vista e líquido de impostos e posto na destilaria.  No caso do etanol anidro o preço médio no período acima é 1,6% maior que aquele de 2016, tendo alcançado 1,62 R$/litro nesta safra 2017/16.

Já para o açúcar de mercado interno a situação é diferente. Observamos nos dois primeiros meses desta safra um preço médio de 68,50 R$/saca 50kg (a vista com ICMS 7%) , que é 6% abaixo daquele verificado em 2016 no mesmo período. Este preço atual ainda permite uma margem satisfatória sobre os custos de produção (despesas e depreciação) de 25%.

No caso do etanol anidro os preços cobrem os custos de produção. Já para o etanol hidratado o preço médio é inferior aos custos.

Concluindo: a produção esperada de açúcar e etanol para a safra 2017/18 no CSul representa no conjunto um volume relativamente alto, tendo a favor um clima favorável. Os preços ainda são satisfatórios.

 
 
 
 
 
 
Nome
Cidade
 
 
E-mail
 
Onde nos conheceu?
 
 
   
 
 
55 (11) 3284 9500 / jobeconomia@jobeconomia.com.br / skype: job.escritorio
JOB Economia desde 1994. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização. Criado por DRW Integrada
 
Institucional
Produtos
Serviços
Contato
Redes Sociais