Fale Conosco
55 (11) 3284 9500
jobeconomia@jobeconomia.com.br
Acesso Cliente
 
Notícias
 
15/01/2014 - Folha de São Paulo
Com safra recorde, cresce estoque de etanol

A safra 2013/14 de cana-de-açúcar termina com moagem recorde. Até 1º de janeiro, foram processados 594,1 milhões de toneladas de cana na região centro-sul, crescimento de 11,8% em relação a igual período de 2013.

O número, divulgado ontem pela Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar), supera a estimativa da própria entidade de processamento de 590 milhões de toneladas nesta temporada.

Como praticamente toda a moagem adicional desta safra -cerca de 63 milhões de toneladas de cana- foi destinada à produção de etanol, as usinas chegam ao início de 2014 com estoques 15% maiores do que no mesmo período do ano passado.

Além do aumento de 19,2% na produção do biocombustível, as exportações caíram 23,9% e contribuíram para elevar o volume de etanol disponível no país, segundo a Unica. Para a entidade, ele é suficiente para atender à demanda nos próximos meses.

Mas essa folga não é sinônimo de uma entressafra tranquila, afirma Julio Maria Borges, da Job Economia e Planejamento.

Para ele, o quadro será semelhante ao verificado no início de 2013, período marcado por preços em alta devido
à oferta restrita. Neste ano, no entanto, as cotações devem ser mais pressionadas pela demanda.

O crescimento da produção na safra que termina foi acompanhado de um aumento significativo no consumo.

Em maio do ano passado, a parcela de etanol misturado à gasolina subiu de 20% para 25%. Como consequência, as vendas de etanol anidro aumentaram 36% entre abril e dezembro de 2013, totalizando 6,9 bilhões de litros, segundo a Unica.

Apesar de ter avançado em menor ritmo (16,4%), a comercialização de etanol hidratado também revela aumento da demanda, ocasionada pela expansão da frota de veículos flex.

Com o aumento da demanda, o preço do etanol hidratado subiu 6,4%, em termos reais (descontada a inflação), entre janeiro de 2013 e 2014, segundo indicador do Cepea. O anidro avançou 3,8%.

Nas usinas, os preços começaram o ano com estabilidade. Borges diz, no entanto, que o viés é de alta.

(Por: Tatiana Freitas e Mauro Zafalon - Folha de São Paulo)

 

 
 
 
 
 
 
Nome
Cidade
 
 
E-mail
 
Onde nos conheceu?
 
 
   
 
 
55 (11) 3284 9500 / jobeconomia@jobeconomia.com.br / skype: job.escritorio
JOB Economia desde 1994. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização. Criado por DRW Integrada
 
Institucional
Produtos
Serviços
Contato
Redes Sociais