Fale Conosco
55 (11) 3284 9500
jobeconomia@jobeconomia.com.br
Acesso Cliente
 
JOB na Mídia
 
   
  Reuters
27/01/2015
Preços do etanol caem nos EUA, e setor teme aumento de importação
Os produtores de etanol estão preocupados com um possível aumento das importações do combustível dos Estados Unidos neste ano.

Os produtores de etanol estão preocupados com um possível aumento das importações do combustível dos Estados Unidos neste ano.

23/01/2015 - Mauro Zafalon

Os produtores de etanol estão preocupados com um possível aumento das importações do combustível dos Estados Unidos neste ano.

A arbitragem de preços entre os valores de mercado externo e interno favorece as importações para Nordeste e Norte, onde os preços são superiores aos do centro-sul.

As regiões Nordeste e Norte consomem 23% da gasolina do país, mas produzem apenas 10% do etanol.

Os custos de logística para o Nordeste vão ser o diferencial entre os preços praticados no centro-sul e nos EUA.

Em geral, o ritmo de importações cresce em março, final de safra no Nordeste.

Em 2014, o Brasil importou 452 milhões de litros, 243% mais do que em 2013. Desse total, 242 milhões ocorreram de fevereiro a abril.

Outro fator que favorece a importação de etanol -e que preocupa o setor produtivo- é a diferenciação de tributação entre o combustível e a gasolina.

As importações de gasolina pagam 11,75% de PIS e Cofins, uma taxa inexistente nas operações com álcool.

Analisando o cenário para esse mercado, Julio Maria Borges, sócio-diretor da JOB Economia e Planejamento, diz que, "com a forte queda de preços do etanol norte-americano e com a alta de preços no mercado interno, o atual diferencial de preços entre os dois mercados viabiliza a importação do produto dos EUA".

A viabilidade das importações de etanol do mercado dos EUA para a entressafra cria um novo teto para o preço do etanol no mercado interno na faixa de R$ 1,40 a R$ 1,50 por litro, segundo ele.

As exportações de álcool recuaram para 1,4 bilhão de litros no ano passado, 52% menos do que em 2013.

 
 
 
 
 
 
Nome
Cidade
 
 
E-mail
 
Onde nos conheceu?
 
 
   
 
 
55 (11) 3284 9500 / jobeconomia@jobeconomia.com.br / skype: job.escritorio
JOB Economia desde 1994. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização. Criado por DRW Integrada
 
Institucional
Produtos
Serviços
Contato
Redes Sociais